domingo, 24 de junho de 2007

Carrosel

“vou fazer o sacrifício mais cruel
e te deixar mais doce.”

Fizeram pra mim um carrossel sem cores...
E eu o usei, rindo e me divertindo.
Eles contam, que foi feito em um passado distante,
Como uma lembrança.

“vou escrever a historia mais falsa
e dizer toda a verdade.”

Havia alguém comigo, o tempo todo.
Contando-me historias,
E desvendando enigmas.
Me hipnotizando.

“vou te levar comigo,
te domar, te amar.”

Me fazia sentir medo…
Eu queria fugir dali…
Mas algo me fez ficar…

“estou à sua sombra,
te perseguindo, como um ladrão

esteja comigo ao anoitecer,
e me transforme em sonhos,
me misture á sua poesia,
me absorva..”

O carrossel se foi…
E eu nunca o conheci…
Eu nunca estive lá…

Tudo era sonho…

Nenhum comentário:

Postar um comentário