segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Some... well (Samuel, acrostico inumeravel)

Saberás ler estrelas, e

Amarás cada mínimo pedaço de terra.

Mais que isso:

Unir-se-á a ela

Em um inexorável espetáculo, onde o amado e o amante se tornam

Luzes de pura Poesia.


Sentirás a dor ofegante

Ao abrir os olhos e nada ver, mas

Não te assustes:

Conheces bem o teu destino,

Amas tão intensamente quanto o coração de um menino, e

Ouso dizer que nada pode amar tanto assim.


Delicie-se com este desejo

E derrame-se na relva, pelo amanhecer.


Mas é preciso sempre se lembrar:

Onde tudo começa, tudo pode acabar

Uvas e morangos são tão doces quanto um beijo, e

Respostas indesejáveis tão amargas quanto medo.

Ainda assim, não temas: só ame.






Henrique Santana C.

Nenhum comentário:

Postar um comentário