quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

[in]Certeza

Se eu estiver certo

O futuro será cinza

E marrom.


Um pesadelo

O sonho arteiro

Como aquele carro, em chamas.


Feche e abra mais uma vez

Sinta o frio matutino e

O calor da noite


Abra os olhos e

Enxergue o avesso.


O que fazer?

Agora que o desespero pegou

Todos em um.


E ainda tem

Aquele Cara

Dizia-se tão poderoso e não veio não


Deu-nos as costas

E nada mais.


Gosto de pensar assim

Essa liberdade…

Cruelmente

Linda…


Mas depois a lama

Se juntou

Ao drama.


E eu vi

Um sonho se partir

E o medo


E o medo?


O medo

A rugir.

E foram felizes para sempre.

2 comentários:

  1. Boa Tarde

    Esse cara...assim como você eu também o aguardo incessantemente apesar das esperanças desaparecerem lentamente

    E fomos felizes para sempre até o dia em que o sempre morreu...

    Atenciosamente
    GSP

    ResponderExcluir