quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

[i]Real

I


Verdade

E se aquilo for real?

Nenhum segredo a ser guardado.

Um monte de fotografias

Sem mim ou você


Um momento de loucura qualquer

Uma dança em câmera lenta

Um movimento


Dance, dance

Para mim

Existe uma saída ali

Mas você quer ficar aqui


Foque

O medo

Sinta

O desejo


Eu não sei o mais o que escrevo

E você?

Mas e se tudo for real?

II


Venha cá,

Pro meu lado

Não me tome como louco.

Vem aqui,

Todos os homens

E as crianças

Verdades venham ver

Um garoto se quebrar


Vem cá, se você pode ser

O que desejar

O que você tanto quer


Poder


Em seu mundo fechado

Nesse esgoto gritante

Não se esqueça tão fácil


Daqui pra

Frente

Eu sou

O rei

Em um fantasmagórico

Cavalo branco


Sorria

Sentia

Chova e corra


Sou a

Ordem

O alarme.

Nenhum comentário:

Postar um comentário