terça-feira, 22 de julho de 2008

Engano

Estou apenas tentando,
Não decifrar
O sentido em amar.

Apenas voando,
Por entre as ondas do oceano.
Pra beber do que não quero enxergar.

Mas eu tenho um plano,
Respirando por entre sombras e desesperos...

Eu só tenho um sonho;
Em teu desejo, ou meu chorar: nosso engano.

3 comentários:

  1. O amor é indecifrável, ele é só... Amado...

    ResponderExcluir
  2. Muito bom, e sincero...
    Refete o seu eu lirico no espelho, falando sobre o amor..
    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Fico mordida quando teu poema
    me puxa,
    areia movediça...
    Este é a flor na boca do abismo,
    aquela, lembra?
    priscas eras...
    Inefável e irresistível,
    flor do abismo
    e areia movediça.
    Tão lindo que nem penso
    vou lá e ...

    ResponderExcluir