terça-feira, 30 de junho de 2009

A sensação voltou...

E é isso que dá medo...
_________________________

Segunda Pele

Há algo lá fora,
Algo que desejo ter...
Sonhos, contos, historias
E um misterio que não posso ver.

Anos não se passaram,
Mas eu cheguei aqui.
Os meus olhos contemplaram
A pele que eu nunca senti.

O luar, nuvens, estrelas
Eram belezas suaves... explosão.
Oh, Céus, me deixa tocar aquela pele,
Que quer me tirar a razão!

(Não veio respostas,
Tranquei-me aqui,
Lá fora o vento
Traz um pesar sem fim).

domingo, 28 de junho de 2009

Hey You,

Veels geluk met jou verjaarsdag!

Herzlichen Glückwunsch zum Geburtstag!

Zorionak!

Bon aniversari!

Sretan Rodendan!

Tillykke med fodselsdagen!

Feliz Cumpleaños!

Joyeux Anniversaire!

Ledicia no teu cumpreanos!

Yom Huledet Same`ach!

Een Gelukkige Vejaardag!

Happy Birthday!

Til hamingju med afmaelisdaginn!

Felice Anniversario!

Slamet Ulang Taunmoe!

Sveikinu su gimtadeieniu!

Kia huritau ki a koe!

Janma dhin ko subha kamana!

Feliz Aniversario!

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Ideias soltas

Não sei. Tá chovendo o dia todo.
Bizarro, né? Eu e o dia amanhecemos cinza.

Foda-se.

"Cansei da nossa fuga", é isso que o Marcelo Camelo tá cantando enquanto escrevo.
Cansei mesmo.


Mas pelo menos o curso tecnico acabou - isso é bom? sei lá.


"O amor já disvendou nosso lugar, e agora está de bem".


As vezes eu odeio essas 4 letras.


-- Tanto clichê.... será?

quarta-feira, 24 de junho de 2009

CARALHO, MEU!

Finalmente um post cult etc - legal.

Pelo menos os meus amicos sabem fazer um blog decente. ahsuahsuahsauhsas





cliqueaqui ou ali do lado.

Esquizofrenia

- Você realmente pensa assim?
- Veja bem, não há muito o que pensar...
- E o que será, quando chegar o fim?
- Veja bem, eu não quero imaginar.

- Mas acontece que agora estou perdido.
Por um lado me sinto raro,
Pelo outro ferido.
- O importante é ser, meu caro.

ii

- Eu não entendo...
- São os olhos dele.
- Ou o sorriso.
- Ou o jogar dos cabelos.
- Eles nao o fazem.
- Talvez só eu o tenha feito.

iii

- diz a verdade.
- a verdade é ausente...
- diz da mentira!
- a mentira é presente.
- e o quê é o agora?
- o incandescente.

terça-feira, 23 de junho de 2009

Reflexos 02 [Convite]

O que vai acontecer a seguir
É diferente

Todo esse desejo em ir
É vontade ausente.

A espera, no agora
É a foto que se desintegra.

A loucura aqui fora
É a angustia que me espera.

ii

Ninguem entende mesmo
A poesia hoje ficou superficial.
Você, ele, todos nós
Vão olhar pra luz
E ver sombras.

Vão tocar o meu medo
E viver minha sombra.

iii

Ego deligo te
ad aeternum.

Ou pelo menos, até a proxima queda.

iv

Platonico? Não!
Insano.

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Forçar a barra is easy rs

hoje eu vou fazer de conta
que o bruno eu já peguei
que o ariel nao é cabeçudo
que o ricardo não é gay
que a lilith ouve de tudo
que a talita não é homi
que o renan odeia o zé
que a polly se joga no jonny
que o callegari é um filé
que o méqui é anarquista
e o melão anti-comunista

que a anna nao é ruiva
que o jivago não é emo - só pirralho
e que no fim da semana
eu vou ter um... baralho?


/q


P.S: se o seu nome nao veio nesse, é porque tá no "melhor" hehee, bjs

terça-feira, 2 de junho de 2009

Shut your eyes

Porque, as vezes, a beleza é interna.
Esqueça o rótulo.


---------------

Auto-retrato

este poema
fala do nada

não há rimas
não deve existir um verso em métrica

é sobre a fome
e o abandono
mostrado no interior das minhas namoradas

é o desenho de pestes
e pragas
nada aqui se mostra completo

um espelho
uma faca
e um pedaço de pano
envelhecido com o passar constante do tempo

este poema deve ser
uma fonte de lamento