sexta-feira, 1 de julho de 2011

Fragmentos I

Quando todo o canto cessa
E me levanto
Por ondas dispersas

Me dissipo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário