sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Avici II

Deixa assim então:

- Ai eu pensei que deveria ficar calado.
- E o que o disse o do outro lado?
- Continuou olhando para o outro lado da rua.
- Sem mencionar o atentado?
- Sequer falou da pele nua.

Silêncio.

- Se eu erguer meus dedos no escuro vou tocar a sombra.
- Mas o escuro já a é por natureza.
- Então já não tenho certeza.
- Minha pele não me lembra.

Confissão.

- Queria gritar.
- Por quê?
- Pensei em parar.
- Você?
- Não, essa coisa de amar.

Medo.

- Acende a Luz agora, por favor.
- Não posso.
- Estou com muito calor.
- Não posso.
- Então culpe essa coisa de amor.

E então a sombra os devorou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário