quinta-feira, 22 de março de 2012

Outra coisinha sobre meu Sol e esta Lua

e os dois passavam o dia brincando de brigar
enquanto esperavam a noite fria
porque lá no fundo eles não eram nada entre si
eram  um só nos olhos dos outros de fora
que viam no sol um xingo
e na lua a aurora
sem perceberem que passavam o dia impedindo o outro de cantar
mal se olhando
as vezes sem se falar
- sai comigo hoje
- tenho algo a fazer
o sol sempre se esquiva,
a lua fica sem porque.

e as coisas ficaram assim, por cento e trinta anos

eles se amavam mas só um amava

Nenhum comentário:

Postar um comentário