quinta-feira, 5 de abril de 2012

As histórias são história e sól.

e eu me perdi
na lembrança do teu abraço
assim sem rumo e sem vírgula
semme ligar muito para osespaços

se me faço sol,
tu é a lua
e a relação é a caótica
com minha mão aberta estendida
- fechada e longe a tua -

o mundo é nossa orla
eu ilumino o dia
tu é minha aurora
- lua, a água fria
minha proteção
sol, fogo quente
tua expansão

de paganismo a paganismo, nem sou o alfa
sem fé e sem fé, tu é omêga

quê que é que eu faço com o calor, eu Sol
se a lua
ai, o lua
oh Lua
pouco a pouco tu vai-se em outra noite
e me abandona...

Nenhum comentário:

Postar um comentário