sábado, 28 de julho de 2012

paraiso


na musica que diz eu
e no céu cinza
e no sol que se esconde atras do muro
e coexxiste com certos sons
pra abraçar

e de equilibrio entre nuvens
onde sol se esconde de novo
e o azul é cinza
e as arvores e as folhas e o vento e os pássaros e os insetos voando
se perdem no tempo
e o tempo se perde infinito
ali
aqui
lá dentro
e assim

Foi naquele dia com o Eduardo e a varanda e a calma e só

Nenhum comentário:

Postar um comentário