terça-feira, 25 de dezembro de 2012

domingo, 9 de dezembro de 2012

Olha só, Moreno

um dia
você vai rir
e eu chorar
e depois ao contrário
recomeçar

um dia
entender
que a minha culpa
não foi eu ou você

a culpa foi
amar essa loucura
que pensei ter nascido
sem querer

sábado, 8 de dezembro de 2012

lembra
aquela época
em que

Felinus

as pessoas
que tem medo
de gatinhos molhados
e gatinhos sequinhos
são pessoas
por isso
são mais fraquinhas
que gatinhos molhados
e gatinhos sequinhos

eu mesmo não sei mais.

Melodrama


eu escrevo
porque
não gosto de você
eu escrevo
porque
não gosto de escrever
e é por isso
que eu
escrevo
sem porquê
yellow
yellow
yellow
amarelo

Oi, Adriano

um dia
eu te dei
aquele azul
em forma de pirâmide
e fui embora
sem saber
o que isso me dizia

outro dia
eu sonhei
que me jogava fora
e o oceano
ia

Edge

horizonte
é igual a
linha
que é igual
a limite
que é igual
a nunca chega
que é igual a
nunca sei onde parar

Vai navegando


pássaros
girafas
tufões e cogumelos
leõs no jardim
no fundo de um castelo amarelo
fumaça esmeralda
nuvens sem cinza
e meus pés descalços pela manhã

andar
andar
andar
existem as cores e existe o azul
do sul, sudeste ao centro-oeste
e depois nú

e nunca mais
voar
sem bater asas
com pernas no chão

tribunal de outras coisas também pequenas


eduardo
éduardo
é arduo
é
du ar
do
é du ar, dô
é duro a dor
é du ar a dor
é do ar? dou.
é du, ar ou dor
é do ar
dou
é.. durador.
é ar
e dor
eduardo.