quarta-feira, 9 de abril de 2014

Roquinrrol

Gosto de Mutantes e Lady Gaga
Bebo cachaça e suco de caju em casa
Prefiro leite a vodka
Sou mais com teu pai que com tua mulher feita de porta

E o sentido da vida é 42
- com um zero depois.

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Caranguejo e outras cosas

6/4

Caranguejo
sobre o sol a meia-noite
sobre a lua ao meio-dia
sobre as rodas de água e foice
sobre o peso da nostalgia

Café com leite

5/4

O poema do dia
É sábado
Sem água quente no banho,
Maria.

4/4

ele pegou 1
ela pegou 2

ela e ela são mais três

eu peguei gripe
a gripe não quer vocês.

--
a noite
ficou
de repente meio que

caleidoscópio







sábado, 8 de março de 2014

Binóculos

Eu nem era amigo dela, mas tu sempre me chamava "de amigo" ou "henrique, amigo". Nos encontravamos por corredores, nos falamos quando estavamos na mesma roda de conversa, ou em mesa de bar, ou brigando na unila, pela unila, e por ai vai. Era um coleguismo casual. Mas, na real, tu é bem marcante. Sorriso forte pra caralho, presença marcante, e tudo que a gente sabe. Tu já faz falta, Mujer. Até quem nem te conhece, te ama, so por saber que existe.

Tu é foda. A gente se vê por ai.

Pássaros que andam
Andam pela terra pra ensinar a cantar
Um dia sempre voam
Voam alto,
Levando saudades,
Deixando nostalgias no ar.

E a batucada para, 
para e depois volta
Fazendo do silêncio a demora
E
Lembrando que um dia também voaremos para lá.

Vai voando, Martina. 
A gente te canta daqui
Até logo
Até já



sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Livres

sobre o felino e a capivara
eu disse o que estava no jornal
eles fugiram descendo aquela escada
nem mochila nem mala

só chuva com gosto de pôr-do-sol.

Com

bundas de chocolate
branco
ao leite
ou meio-amargo

me deixam caramelo
me deixam caramelado

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Me chama de puta

hei escreve um poema
um poema nada a ver
um poema sobre sexo
de colheres com pavê

Exclamações - para Mania, Eros e Agape

- você é louco
- você é paranoico
- seu amor é muito tosco
- seu amor é diabólico

- você só me manipula
- você não me deixa em paz
- problema seu sua ventura
- problema seu não sou capaz

- meu amor é livre
- teu amor é traiçoeiro
- meu vazio é a cura
- teu oposto é desespero

e no centro: sacrifica sacrifica sacrifica sacrifica sacrifica

- já fiz.

domingo, 23 de fevereiro de 2014

Azedume

Hoje ele acordou Pierrot
Olhou pras cortinas,
Olhos de Colombina,
Colombina nos braços de Arlequim

Pierrot otário.
Poeta Azulado e nublado.

domingo, 9 de fevereiro de 2014

sPAN



we are
the last house
the first sin
the voice that rule
through ur skin

take a bow
spin the air
spam the world

we dont care
we dont care
why you care
we dont care
we dont care

fake world
plastic lies
up above
they own the sky

we dont mind
we dont mind
why we lie

down to earth
the bat cries
spam the world
oh nevermind

we dont mind
we dont mind
all the world
its all a lie
we dont mind
we dont mind
the earth burning
all fake cries

we dont care
we dont care
we dont care