domingo, 8 de novembro de 2015

cinco

contagem regressiva para um novo poema

quatro
três
dois
um

eu, verso sem rima
eu verso dilema

Nenhum comentário:

Postar um comentário